top of page

Ser criativo é também questão de elegância




Em 15 de janeiro de 2022, o mundo da moda perdeu o pioneiro do prêt-à-porter masculino, Nino Cerruti, o estilista italiano responsável por revolucionar a moda masculina na década de 1960. Ele nos deixou aos 91 anos.


Dono de grande elegância, visão de negócios e, principalmente, criatividade, Nino teve uma vida rica em realizações e isso é inspirador, assim como essa frase dele que nos fala de como as experiências sensoriais ativam a imaginação. Para mim, a moda é uma dessas expressões criativas que despertam sentidos, sentimentos e muita imaginação, concorda?


Carlo Capasa, presidente da câmara de moda da Itália, se referiu ao Nino Cerruti como "um grande inovador" que também "foi o primeiro a entender a importância da criatividade na moda masculina e a dar espaço a um jovem designer de imenso talento como Giorgio Armani, mudando os próprios critérios de como se vestir. Ele foi um dos primeiros a ter uma forte presença internacional, representando ao mundo essa combinação única de criatividade e qualidade que veio caracterizar e ainda caracteriza a moda italiana."


Bom, mas eu aposto que você já viu as criações do Nino, pois ele desenhou figurinos para filmes como Bonnie e Clyde, Pretty Woman e Instinto selvagem. Lembra? Ah, como já eu suspirei por Robert Redford, Richard Gere e Michael Douglas naqueles ternos impecáveis! Minha imaginação foi longe agora (risos). É muito bacana quando a arte e o legado de alguém nos inspira e, mais ainda, nos faz sonhar.


Nino Cerruti com certeza fez o mundo mais belo, elegante e mais acessível. Como Armani bem lembrou, Nino foi um empresário criativo com "um olho aguçado, uma verdadeira curiosidade e capacidade de ousar", acrescentando que até a "sua maneira gentil de ser autoritário" fará falta".



1 d

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page